Retrospectiva

Como já fiz antes, dou uma parada para pensar no que já escrevi aqui. A última vez que fiz isto foi em 02/02/2015, no texto “Trocando em miúdos”, onde dividi os textos por assunto e os comentei em blocos. Agora vou relacionar os textos escritos a partir daquela data, mas, desta vez, não vou dividi-los por assunto e sim de acordo com o meu humor ao escrevê-los. Acho que isto dá uma oportunidade, para aqueles que não têm acompanhado o que escrevo, de escolher a natureza do texto que quer ler e, para os que me acompanham, dá alguma pista para entender os textos que eles podem ter achado obscuros. A propósito, a queixa mais frequente que ouço é a de que os meus textos são difíceis de entender. Acho que isto se deve à minha mania de ser econômico nas palavras por achar que o leitor esteja lendo a minha mente; ao escrever tenho receio de ser repetitivo e isto, em geral, prejudica a compreensão do texto. Com esta nova mensagem espero ajudar na interpretação do que tenho escrito. Não vou mencionar todos os textos que escrevi desde 02/02/2015, claro, mas selecionar, de memória, aqueles que melhor caracterizam os meus diferentes humores (e convicções) ao escrevê-los. Aqui vai a relação dos textos selecionados:

Fui contador de histórias nos mais de 30 posts que escrevi e que estão reunidos no livro “Inacreditável”, que está publicado neste blog. São contos curtos, de pouco mais de 1 página, que podem ser lidos, ou pulados, em um só fôlego.

Fui, na maioria dos textos, comportado ou politicamente correto (ou tentei ser); todavia, ser comportado ou politicamente correto nem sempre é uma tarefa fácil. Às vezes dá vontade de chutar o balde e foi isso o que eu fiz em alguns textos, onde fui sarcástico ou irônico ou irreverente. Isto aconteceu, por exemplo, em: Contornando as derrotas, Carpe Diem, Espírito olímpico, Viva o Corinthians!, Dez verdades sobre a Astrologia, Teorema da vida e Termostatos e diodos conscientes, pode?.

As amizades antigas me fizeram saudosista em: O andar do bêbado, Barbaresco, Meu Big Bang e Festa no céu. O mesmo saudosismo, mas agora ligado ao simples passar do tempo, levou-me a escrever Tique e taque.

As minhas netas me chamam carinhosamente de “cabeça dura” por eu não conseguir acompanhá-las em suas brincadeiras. Outra razão, porém, fez-me acreditar que sou mesmo um cabeça dura porque não consigo entender como funcionam as cabeças das pessoas e, em especial, a minha. Isto fica claro nos textos que escrevi sobre os mecanismos da mente humana, como em: O coração falou mais alto do que o cérebro, São tantas emoções, Filtros da percepção, Progresso ou felicidade?, E se a maçã não se chamasse maçã?, Ilusões e em mais alguns outros dos quais eu não me lembro neste momento.

Gosto muito de escrever de forma indireta, utilizando duplo sentido, metáforas, analogias, alegorias e outras figuras de linguagem parecidas. Isto, em geral, dá um aspecto de fábula ou de aconselhamento (a popular “autoajuda”) ao que está sendo relatado. Assim, fui uma espécie de guru ao escrever: O programador de mentes, Somos todos caçadores de pokemons, Fatorar é viver, A história de Dona Nadir e seu Zenite, João Sortudo e Disneylândia.

Gosto muito de jogar pôquer pela internet e, como consequência, não poderia ter deixado de escrever sobre este tema. Assim, com o meu lado apostador, escrevi: 10 conselhos sobre o jogo de pôquer, Vivendo o pôquer e Mais lições do pôquer.

Fui filósofo em O bem e o mal e Propósitos, esperançoso em Votos para 2016 e bem-humorado em És robô? e Sociedade planetária. Por fim, posso ter sido confuso e entediante na maioria dos textos, mas estive sempre disposto a entreter os leitores em tudo o que escrevi.

Em vista disto tudo e como os gostos variam muito de uma pessoa para outra, o melhor para você, caro leitor, é dar uma espiada no site e assim, quem sabe, encontrar alguma coisa que possa lhe agradar.

Anúncios

Um comentário sobre “Retrospectiva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s