Não estou nem aí para o que falam de mim

Sei que andam falando de mim por trás, mas eu não ligo. Não foi preciso violar a privacidade de ninguém para descobrir os absurdos que dizem aqueles que estão mais próximos de mim. Confiram o que andam dizendo esses personagens:

Meu carro diz: – Ele está totalmente perdido neste mundo; não sabe para onde quer ir e por isso mesmo não consegue chegar a lugar algum. Nem com a ajuda do meu GPS ele consegue se achar. Diz que não confia naquela “mulher” e tenta fazer o seu próprio roteiro. Mas o problema é: roteiro para onde? Ele não sabe.

Meu time favorito diz: – Ele não sabe torcer e muito menos perder. Também não basta o seu time ganhar; tem que dar show de bola. Imaginem, ele quer que eu jogue como o Barcelona! Como? Com os jogadores que tenho, até que eu poderia jogar bem há uns 15 ou 20 anos atrás, mas com a idade que eles têm hoje, não dá! Ele é um perfeccionista e não deveria morar no Brasil.

Meu televisor diz: – Ele vive criticando os meus programas, mas não sai da minha frente. Acha que eu sou culpado pela violência, corrupção e tudo o que de ruim acontece no país. Quer programas que não teriam nenhuma audiência: programas educativos para crianças e adolescentes; programas culturais para os adultos e programas que ensinam a viver bem para os idosos. No entanto, vive assistindo os filmes que passam depois da meia-noite. Falso moralista!

Meu computador diz: – Vou imitar o Chico Buarque: “Todo dia ele faz tudo sempre igual”. Ele é metódico, sistemático e previsível; visita sempre as mesmas páginas e usa sempre os mesmos aplicativos, sempre no mesmo horário e na mesma sequência. Às vezes tenho vontade de deixar todas as páginas já abertas para ele visitar, mas não; ao contrário, demoro para abrir uma página só para ouvir os mesmos impropérios: “Essa b… travou de novo! Vou trocar essa m… de computador!” Acabo tendo pena dele e tenho vontade de perguntar: “Afinal, quem está programado, eu ou você?”

Meu bloco de notas diz: – Só quero revelar uma anotação que ele fez há poucos dias: “Não esquecer de lembrar que não pode esquecer de deixar um lembrete dos eventos importantes que conseguir lembrar a tempo”. Eu poderia perguntar qual seria a utilidade de uma anotação como essa, mas a resposta não faria diferença pois ele não vai se lembrar mesmo de me consultar.

Meu horóscopo diz: – Ele me despreza e diz que eu não tenho senso do ridículo por enganar as pessoas tão descaradamente. O que ele sente, na verdade, é um medo muito grande do futuro, até mesmo do futuro com que eu costumo presentear as pessoas. Pois digo a ele: pessoas do seu signo não deveriam se preocupar com o futuro. Qual é mesmo o seu signo?

Meu esporte favorito diz: – Ele até que tem alguma habilidade, mas é muito inseguro. Basta ter plateia e ele amarela. Com tanta insegurança, agora ele só joga contra o computador e, ainda assim, quando não tem ninguém assistindo. Atualmente ele tem evitado até jogar contra o computador com medo de estar sendo hackeado.

Meus amores dizem: – Ele é um avô cabeça-dura. Não consegue aprender as letras das nossas músicas preferidas. Canta tudo errado! E as letras são tão fáceis de repetir! Tentamos fazê-lo aprender – uma, duas, mil vezes -, mas não tem jeito. Ele é mesmo um vovô cabeça-dura!

Meu blog diz: – Ele escreve os textos usando uma linguagem indireta, cheia de metáforas, alegorias e, muitas vezes, com ironia. Não é à toa que os seus leitores ficam confusos. Vejam este texto, por exemplo; vocês já viram um carro ou um computador que fala? (Nossa, eu também estou falando!!!) E as suas histórias? Sem pé nem cabeça. Já dei dicas a ele sobre isso mostrando a baixa frequência de visitas que tenho recebido e o sucesso que outros blogs têm, simplesmente porque falam de assuntos mais populares em uma linguagem acessível. Mas ele não me ouve. Esperem só para ver os textos que ainda virão no futuro! Assim não dá, vou pedir para mudar de blogueiro.

Estão vendo? Como falei no início, são todos uns fofoqueiros!

Anúncios

Um comentário sobre “Não estou nem aí para o que falam de mim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s