Tique e Taque

Sessenta e sete anos. Eu nunca tinha atingido essa idade antes.

O que mudou? Parece que nada.

Estou como eu era ontem e anteontem e antes de anteontem.

Então, essa história de aniversário é uma farsa? Claro que não!

O tempo transcorre despercebido, mas o relógio faz tique e taque.

Só percebemos o tempo quando ele faz tique e taque.

O sol nasce e se põe. Volta a nascer e a se por. Tique e taque.

Vêm o inverno e o frio. Voltam o verão e o calor. Tique e taque.

Meu coração também é o mesmo depois de uma batida.

Mas acaba de bater um novo recorde. Tique e taque.

Entre um tique e um taque a vida continua sem que se perceba.

São precisos muitos tiques e taques para fazer a diferença.

Mas um taque não pode vir antes de um tique.

Nem muitos tiques e taques antes de um primeiro.

Então é preciso contar cada tique e taque.

Sessenta e sete eu já contei e meu corpo não se deixa enganar.

Ainda assim parece que nada mudou.

Será que errei ao contar?

E nem mesmo um deles ainda se completou?

Esse tempo é mesmo engraçado. Corpo e mente nunca vão se entender.

Sessenta e sete anos. Tique e taque.

Anúncios

2 comentários sobre “Tique e Taque

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s