A realidade não é o que parece

Carlo Rovelli é um físico italiano e um dos criadores da teoria denominada “loop quantum gravity” cujo principal objetivo é tornar compatíveis a teoria geral da relatividade e a mecânica quântica. Li seu livro “Seven brief lessons on Physics” que é um resumo bem didático, curto e acessível da contribuição da ciência para o entendimento da realidade que nos cerca. Extraí do livro algumas frases que transcrevo aqui (tradução e adaptação minhas) para estimular os leitores deste blog a ler o livro. É claro que as frases precisam de um contexto para ser melhor entendidas, mas, para isso, não há outro remédio senão ler o livro. São elas:

Sobre a teoria geral da relatividade:

“Espaço e campo gravitacional são a mesma coisa.”

Sobre a mecânica quântica:

“A realidade está somente nas interações entre as partículas elementares. (As partículas não existem entre uma colisão e outra.) É como se Deus não tivesse criado a realidade como uma linha contínua, mas como uma linha pontilhada.”

Sobre a loop quantum gravity:

“O espaço não é um meio contínuo mas feito de grãos ou átomos de espaço (loops). Eles são extremamente minúsculos: um bilhão de bilhão de vezes menores do que o núcleo de um átomo.”

“Não existe um espaço que ‘contém’ o mundo, e não existe o tempo ‘no qual’ os eventos ocorrem.”

Sobre a natureza do tempo:

“A diferença entre passado e futuro existe somente quando há troca de calor envolvida. O fenômeno fundamental que distingue o futuro do passado é o fato de que o calor passa das coisas quentes para as coisas frias.”

Sobre o livre arbítrio:

“Quando dizemos que somos livres, e é verdade que nós podemos ser, isto significa que o modo como nos comportamos é determinado por aquilo que acontece dentro de nós, dentro de nosso cérebro, e não por fatores externos. Ser livre não significa que nosso comportamento não seja determinado pelas leis da natureza. Significa que ele é determinado pelas leis da natureza agindo em nossos cérebros.”

Espero, caro leitor, que essas frases curiosas – algumas polêmicas – tenham o poder de fazê-lo se interessar pelo livro citado, pois acho que é um bom entretenimento para quem gosta de acompanhar a luta da ciência para desvendar os mistérios do mundo.

Anúncios

2 comentários sobre “A realidade não é o que parece

  1. BCD,

    Acho que esseskara da Física são bons para tudo que é inanimado – protons, elétrons, raios de luz, galáxias, etc. E dessa área eu num entendo porra nenhuma…

    Agora, quando entram na área do serumano, da vida, Força Estranha, livre arbítrio, etc., num entendem porra nenhuma e ficam dando uns palpites (como dizia o Eco) bem cretinos. Dessa área eu entendo um pouco… e muito mais do que eles…

    Ou não,

    O abraço,

    Ary

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s