O mistério é o alimento da curiosidade

Quem matou JFK? O que está por trás da ilha de Lost? Como explicar que Ele seja Deus, Homem e Espírito Santo ao mesmo tempo? Como surgiu o universo? E a vida? Existem universos paralelos? Alguém nos faz companhia no cosmo? Quem matou Odete Roitman? Chega! São tantos os mistérios que eu não teria tempo de listá-los todos.

Quem não gosta de um mistério? Somente uma pessoa totalmente desprovida de curiosidade poderia dizer que não está nem aí para as respostas às perguntas acima. As demais adoram pensar nelas ou em outras semelhantes. Algumas dessas perguntas já podem ter sido respondidas e, nestes casos, dizemos que a nossa curiosidade foi saciada, como a fome é saciada depois da ingestão de um alimento. Nessa hora, o mistério perde a graça porque já não é mais um mistério. Qual é a graça da mágica depois que descobrimos o truque? Pois o prazer maior está na convivência com o mistério, mais do que na sua elucidação. Depois da elucidação fica a mesma sensação de uma pessoa saciada diante do alimento apetitoso.

É por isso que gostamos de um mistério, para saciar a nossa curiosidade. Não poderia haver uma metáfora melhor do que esta: “o mistério é o alimento da curiosidade”. A ciência gosta de desvendar mistérios e, por isso, deveria ser chamada de “desmancha-prazeres”. O conhecimento avança quando solucionamos mistérios, mas, felizmente, isso costuma trazer novos mistérios fechando um círculo virtuoso.

Não imagino um mundo sem mistérios, onde tudo seja conhecido, tudo seja explicado. Seria a estagnação da sociedade pela falta da matéria-prima da curiosidade. Seria a morte da ciência e um vazio enorme na área do entretenimento. Mas isso é inconcebível numa sociedade como a nossa em que os indivíduos são dotados de uma mente capaz de imaginar, aos borbulhões, questões que não têm respostas imediatas. Os mistérios nascem a cada instante nas cabeças das pessoas para que, então, sejam perseguidos até que sejam explicados.

Desde que iniciei este blog tenho me preocupado em identificar um tema para ele. Não tem sido fácil porque tenho falado de muitos assuntos: ciência, filosofia, religião, sociedade, inteligência alienígena, entre outros. Agora, percebo que todos eles têm um elemento em comum, o mistério. Arrisco-me a dizer, então, que o tema principal do Blog do Caco é o mistério e isto não surpreende porque os assuntos citados acima são fontes inesgotáveis de mistérios. Portanto, ouso dizer que o Blog do Caco está para os curiosos assim como o cardápio está para uma pessoa faminta, ou a visão de uma cachoeira está para alguém com sede, ou a propaganda para o consumista, ou a igreja para quem quer falar com Deus, ou a lei das licitações para os políticos e empresários desonestos, e por aí vai.

Anúncios

2 comentários sobre “O mistério é o alimento da curiosidade

  1. Prezado Blog do Caco,

    Permita-me, data vênia máxima, revisar a sua definição do tema do Blog.

    O tema do Blog não é o mistério. Você nunca falou de Odete Roitman, nem do JFK.

    O tema do Blog é “ciência, filosofia, religião, sociedade, inteligência alienígena, etc.” Só que esses assuntos estão sempre envolvidos em mistério…

    Ou não.

    O abraço,

    Ary

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s