Fast forward

A pressão é muito forte, não sei se vou aguentar; acho que vou explodir.

Explosão diferente essa que não brilha como outra qualquer.

Arremessa tudo à distância, até para onde não havia espaço em que arremessar.

A escuridão continua a me incomodar e o calor intenso parece não aliviar.

A pressão – ah, essa força imensa! – ainda me obriga a inchar e inchar.

Empurro para longe as paredes que me cercam sem nada sentir.

Ou são paredes imaginárias ou tão arredias que de mim se afastam antes de nelas eu agir.

Bem-vinda a luz que agora emana do meu corpo! Ela será vista por olhos que ainda não existem.

Em pouco tempo, borbulhas se formam nesta sopa em que me transformei.

São bolhas dissidentes num caldo uniforme em ebulição.

Luto para manter a uniformidade e a consistência, mas a batalha é cruel.

Agora já não me pareço mais com uma sopa, mas com um punhado de corpos sólidos em constante colisão.

Eles se arranjam à minha revelia, não importa quão fortemente eu resista à sua ação.

Para piorar, mentes microscópicas intrometem-se em meu metabolismo.

Elas buscam a ordem, a harmonia e a estética, em flagrante desafio aos meus propósitos.

Pois sabem que são essas as coisas que mais abomino.

Não, isso eu não posso permitir! A desordem e o caos devem prevalecer,

Ou essa grande batalha não conseguirei vencer!

Persisto com essa necessidade de me expandir e a vontade de tudo uniformizar.

Cresço cada vez mais rápido preenchendo o meu interior com o vazio do espaço.

Não há limite para isso e caminho triunfante para o meu estado final.

Não tenho mais aquela sensação de calor, como uma febre latente.

Meço a minha temperatura e comprovo que atingi o tão sonhado 0o K.

Nada mais é possível acontecer, com ou sem o meu querer.

Como fiz tudo isso? Nem eu mesmo sei.

Sei que o acaso conspirou contra mim, forçando a ordem localizada.

Eu o venci, no geral, com a minha desordem inexorável.

Finalmente, quando restam somente o vazio e o silêncio, abraço de bom grado a liberdade e a paz conquistadas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s