Resenha I

         A teoria da evolução das espécies pela seleção natural lançou grande luz sobre o mistério do aparecimento das espécies na Terra. Ela é uma das mais elegantes, completas e bem sucedidas teorias da história da ciência. Seu autor Charles Darwin divulgou-a em 1859, em seu trabalho “On the origin of species by means of natural selection”, e, desde então, os fatos a têm corroborado com frequência.

         Apesar de leigo no assunto sou admirador dessa teoria e, sempre que tenho oportunidade, incluo-a nos textos que escrevo. Já fiz isto em alguns dos textos já publicados neste blog e o farei em outros que estão por vir. Mas eu não sou o seu maior admirador. Acho que este título pertence ao biólogo inglês Richard Dawkins que, por ser um especialista no assunto, dá a medida exata da importância da teoria. Além de cientista, Dawkins é um grande escritor e, com seus livros, tem ajudado a divulgar a teoria de Darwin entre o público leigo. É sobre eles que quero falar.

         Li quatro livros de sua autoria e com eles aprendi a admirar a teoria da evolução das espécies. Seus títulos, em ordem cronológica são: O rio que saia do Éden, Desvendando o arco-íris, Deus, um delírio e O maior espetáculo da Terra. Outros títulos que não li e que se tornaram também muito populares são: O gene egoísta, O relojoeiro cego, A escalada do monte improvável e a Grande história da evolução.

         Em “O rio que saía do Éden” (em inglês; River out of Eden) o autor se refere ao “rio de DNA” como uma metáfora para o processo por meio do qual o intercâmbio de DNA produziu as diferentes espécies de seres vivos. O livro traz uma interessante discussão sobre o DNA mitocondrial e os resultados de uma pesquisa que determina aproximadamente o local e a época de origem da mulher que seria a ancestral de toda a população moderna, a Eva mitocondrial.

         Depois de provocar alguma polêmica com seus primeiros livros sobre evolução das espécies – que, de alguma forma, mostram um universo sem um propósito – em seu livro “Desvendando o arco-íris” (em inglês, Unweaving the rainbow), Dawkins quer compensar isto mostrando como as pessoas podem se maravilhar com a ciência e as suas explicações para os fenômenos da natureza. O arco-íris é o exemplo emblemático desse fascínio que a ciência e a natureza produzem no ser humano. Se não for por outro motivo, apenas a explicação do arco-íris pela Física, em linguagem acessível ao grande público, já será um bom motivo para ler o livro.

         “Deus, um delírio” (em inglês, The God delusion) talvez seja o livro mais polêmico de Dawkins, onde ele, ateu declarado, procura convencer o leitor que a teoria da evolução das espécies dispensa a hipótese da existência de Deus na criação do mundo. O leitor que tem fé em algum Deus precisa estar preparado para encarar esse desafio. Brevemente vou publicar um texto no blog sobre este assunto.

         Finalmente, o seu livro mais recente, “O maior espetáculo da Terra: as evidências da evolução” (em inglês, The greatest show on earth: the evidences for evolution) trata, como o título diz, de mostrar as evidências em favor da teoria da evolução das espécies. As evidências, ao contrário do que se poderia pensar, não estão fundamentalmente baseadas nos registros fósseis, mas nos próprios seres vivos de diferentes espécies, cujos organismos contém vestígios de ancestrais comuns. O autor mostra essas evidências com grande habilidade e didática. É um grande livro.

Anúncios

3 comentários sobre “Resenha I

  1. Também sou fã da Teoria de evolução das espécies, especialmente aplicada ás teorias de comportamento humano. A saúde emocional é compreendida como resultado da capacidade adaptativa das pessoas.

  2. Quem sabe a Teoria da Evolução explique em que estágio me situo. Ora me considero Sapiens , ora Neandertal……………às vezes sou bípede e outras quadrúpede !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s